Image Map
Que ousadia, guria!

Relato: Transição capilar e big chop

Big Chop e transição

     Amar meu cabelo natural passou a ser um dos meus objetivos logo que entrei no ensino médio. Comecei a conviver com colegas e professoras que tinham  cabelos naturais maravilhosos. Nesse mesmo período comecei a acompanhar a Rayza Nicácio no YouTube e sempre achei os seus cachos lindos. Entretanto, sempre acreditei na ideia de que o meu cabelo não definia, que por ser tipo 2c/3a (ondulado e cacheado), ele ia armar e ficar horrível caso eu abandonasse os processos de alisamento. 
     No final de 2015, tentei não alisar o cabelo, fiquei quase seis meses com a raiz grande, natural. Porém sempre ouvia algumas pessoas dizendo que meu cabelo estava horrível, que precisava "dar um jeito nele logo". Mesmo com uma boa parte das madeixas natural, desisti de fazer a transição capilar, ou seja, deixar de alisar o cabelo e assumir a forma natural, e fiz uma selagem em maio de 2016.
     Era o meu último ano de ensino médio e, como tinha a formatura no final do ano, alisei novamente o cabelo em dezembro. No momento em que o cabeleireiro passava os produtos químicos na minha raiz e meus olhos, nariz e couro cabeludo começaram a arder, decidi que aquela seria a última vez em que me sujeitaria a um processo pra mudar quem eu sou de verdade. E foi.
     2017, como mencionei no post de retorno do blog, foi um ano de muitas mudanças na minha vida. No meio dessas revira-voltas, meu cabelo não ficou imune. Fiquei um ano inteirinho sem alisamento químico, apenas mantinha o liso com o secador, escovando o cabelo todos os dias para disfarças a presença das duas texturas. Porém chegou um momento em que eu sabia que estava na hora de cortar, pois a minha raiz já não aguentava uma escova sem armar.
    Voltei para Piedade na metade de dezembro por causa de um casamento em que fui madrinha. Ao lavar o cabelo para o penteado, falei para a minha cabeleireira que estava com a ideia de cortar toda a parte lisa do meu cabelo e perguntei o que ela achava. Ela também tem o cabelo cacheado e me deu um baita apoio, disse que ia ficar bonito e que dava para tirar quase toda a parte que estava com química.
     Fiquei mais uma semana em Bauru, entreguei alguns trabalhos da faculdade e só voltei para Piedade na semana do Natal. Passei a comemoração natalina de cabelo meio liso, naquele ponto revoltado: duas texturas e a raiz muito armada. Decidi que queria cortar a parte alisada antes do ano novo, para começar 2018 com uma big mudança.

No Natal minha raiz estava completamente revoltada e eu percebi que estava na hora de fazer o big chop


     Mandei uma mensagem para a minha cabeleireira logo que cheguei em Piedade, mas ela não chegou a ver. Mandei outra no dia 27, às 11h, perguntando dos horários disponíveis. Para a minha surpresa ela me respondeu com um: "Vem hoje, às 15h". Fiquei desesperada por dentro, mas mesmo assim decidi ir.
     Ela perguntou o quanto eu queria cortar do meu cabelo. Para quem estava acostumada a ouvir: "tira só as pontinhas", respondi com: "corta toda essa parte lisa!". Ela até questionou se eu tinha certeza, mas eu estava decidida do que queria. Finalmente consegui fazer o Big Chop (traduzido como "o grande corte" da parte com química)
     Cortei e não me arrependi. O problema veio depois: como finalizar esse cabelo? Como me acostumar com ele curto e ondulado/cacheado? No começo fazia de tudo para ele não ficar volumoso, mas aí percebi que estava fazendo o caminho inverso. Morria de preguiça de fazer fitagem, dedoliss e um bom day after, só passava um ativador de cachos e amassava o cabelo. 

Ainda na fase em que eu só passava o creme e amassava o cabelo, sem finalizar corretamente

     Além disso, não conseguia me olhar no espelho. Muitas pessoas me apoiaram e elogiaram a nova aparência, principalmente meu namorado e minha família. Isso me ajudou muito a conquistar a aceitação. Afinal, foram dez anos de cabelo liso, eu não conseguia sequer lembrar de como era o meu cabelo natural. 
     Outro ponto importante para conseguir assumir os cachos foi a quantidade imensa de produtos e de tutoriais existentes. Há mais ou menos 5 anos, a indústria de cosméticos não fabricava tantos cremes para cabelos ondulados, cacheados e crespos. Por esse motivo, muitas mulheres partiam para o processo "mais fácil": o alisamento. Era muito difícil ter um cabelo cacheado bonito, sem frizz e bem hidratado.

Cabelo no day after, após uma boa fitagem estruturada

     Uma boa finalização (vou fazer um post falando das que eu experimentei nesses dois meses) faz toda a diferença nos cabelos cacheados. Como disse, eu morria de preguiça de fazer uma boa fitagem e dedoliss na parte que ainda tem selagem, por conta disso meu cabelo ficava estranho, a frente lisa e o resto cacheado. Aprendi que se eu quero um cabelo bonito, tenho que dedicar um certo tempo para isso.
     Depois de quase dois meses do meu Big Chop, posso afirmar que meu cabelo está vivendo a sua melhor fase. Livre de submissão química, mais hidratado do que nunca e fazendo eu me sentir leve, feliz e realizada com quem eu sou: uma ondulada/cacheada. 
     

5 opções para curtir o carnaval em Piedade


Ainda não sabe o que fazer no carnaval? Separamos algumas opções para você!





     A festa de carnaval começa oficialmente neste final de semana (9 a 13) e, mesmo não sendo comemorada por todos, muitos aproveitam o feriado para descansar, viajar, se divertir com a família e amigos, etc. Se você é do time que vai permanecer em Piedade nesse feriadão e ainda não sabe como aproveitar (no meio da folia ou descansando), continue lendo o post que vou mostrar quais são as possibilidades de lazer a partir de sábado.

Carnaval de rua


     Para quem que curtir no meio do bloquinho de rua, a Prefeitura Municipal de Piedade divulgou a programação do evento. A festa começa neste sábado, a partir das 19h, e vai até terça-feira. Os shows serão realizados na Praça Coronel João Rosa (próxima à igreja matriz) e contarão com a presença de grupos musicais do município. 
     Além disso, haverá desfile dos blocos na rua Comendador Parada nos dias 10 e 13. A prefeitura também informa que nesses dois dias, por conta do desfile, as ruas Comendador Parada e Cônego José Rodrigues serão interditadas das 17h às 21h. 
Para mais informações acesse: http://www.piedade.sp.gov.br.


Foto: Prefeitura de Piedade

Retiro de Carnaval


     Gosta de uma festa religiosa? Pois bem, achamos a opção certa para você aproveitar esse feriadão! A comunidade da Renovação Carismática do município realiza anualmente o Retiro de Carnaval. Neste ano, o tema escolhido é "Retornai ao primeiro amor". 
     O evento terá início neste sábado, às 7h30, e será encerrado às 14h do dia 13. Como de costume, o Retiro de Carnaval 2018 acontecerá no Pátio do Divino, localizado na Rua Marechal Floriano Peixoto (próximo ao supermercado Dia). A idade miníma para participar do retiro é 14 anos e deve ser apresentado o RG. 
     Para participar do encontro religioso é necessário retirar a ficha de inscrição na secretaria das paróquias ou nos grupos de oração das comunidades. Embora as vendas do primeiro e segundo lotes tenham se encerrado, ainda dá tempo de prestigiar o evento. No dia o convite custará R$15. Mais informações: https://www.facebook.com/events

Foto: Reprodução


Restaurante O Barracão


     O restaurante campestre O Barracão é uma ótima opção para quem quer fugir da folia no feriado de carnaval. Localizado na área rural de Piedade, O Barracão reúne tranquilidade, natureza e muita comida boa. Os pratos servidos são uma mescla de comida caseira com a culinária italiana, uma combinação deliciosa. O ambiente é agradável e super indicado para aproveitar com a família. 
    Neste feriado de carnaval, o restaurante funcionará nos dias 10, 11, 12 e 13, das 11h30 às 15h. Para visitar O Barracão, aproveitar a comida boa e descansar, é necessário realizar a reserva pelo número: (15) 99721-5792. Não se preocupe com a distância! O restaurante fica a apenas 5km do centro de Piedade e você pode se localizar pelo Waze!
Mais informações na página: https://www.facebook.com/obarracaorest/

Foto: O Barracão



Hotel fazenda Vale do Funil


     Para quem quer aproveitar o calor e curtir na piscina, a melhor opção é o Vale do Funil. O local oferece piscinas naturais, toboáguas e hospedagem. Neste carnaval, o hotel fazenda funcionará normalmente para o uso das piscinas, de hospedagem e do restaurante apenas com reservas.
     Para sanar qualquer dúvida e checar as demais informações acesse a página do Vale do Funil: https://www.facebook.com/valedofunil/

Foto: Vale do Funil

Carnaval da Aventura 


     Se você tem aquele espírito aventureiro, o Carnaval da Aventura em Piedade é o seu rolê ideal nesse feriadão. Realizado nos dias 10, 11, 12 e 13, o passeio inclui minicurso para preparar os equipamentos de segurança, prática de arvorismo, rapel, tirolesa e ecoturismo. 
     Para participar é necessário realizar reservas até dois dias antes de cada atividade. O valor para realizar todas as atividades é de R$180 por pessoa. Caso você queira participar de apenas um dia, o valor é de R$50Mais informações no WhatsApp: (15) 99778-4954. 



Foto: Aventura Natural Piedade







Retorno do blog

Algumas mudanças em 2017 marcaram o ano sabático do blog, mas em 2018 os pots voltam ao normal



retorno do blog


     2017 foi um ano incrível. Passei por diversas transformações: mudei de cidade, comecei a morar sozinha e, com a correria da universidade, não consegui manter o ritmo do blog. Decidi parar com as postagens enquanto me acostumava à nova rotina, o que não foi nem um pouco fácil. Entretanto, a vontade de voltar a cuidar de uma das minhas paixões sempre foi muito grande e, por isso, você está lendo esse post.

     Mudar de cidade não é uma coisa muito fácil, principalmente quando você muda sozinha, sem conhecer ninguém. Saí de Piedade, uma cidadezinha com pouco mais de 54 mil habitantes, para morar em Bauru, com quase 340 mil. A diferença foi grande. Bauru é uma cidade extremamente quente e bem mais movimentada do que a minha cidade natal. Tive que me acostumar ao clima, a distância das coisas, ao movimento no trânsito e ao transporte público maluco.

      Mesmo sendo um processo complicado, morar Bauru era um dos meus sonhos desde 2016. Por isso, toda vez que o medo aparecia, pensava que tudo o que mais desejava estava acontecendo. Sempre quis cursar jornalismo em uma universidade pública, de preferência na Unesp, que é uma das universidades mais próximas da minha cidade. Passei primeiro em Minas Gerais e isso me desesperou um pouco, mas quando vi o nome na lista da Unesp Bauru, sabia qual deveria escolher. (Vou fazer um post contando apenas sobre os vestibulares)
     

Mudança


    Fiz minha mudança em abril de 2017, alguns dias antes das aulas começarem. Desde então venho aprendendo a sobreviver sozinha: cozinhar, cuidar da casa e, ao mesmo tempo, estudar. Quem acompanha o blog há mais tempo deve ter percebido que a última postagem foi em abril do ano passado, por conta da correria que foi esse momento. Tentei continuar com as publicações depois que mudei, mas decidi que ia me dedicar exclusivamente à faculdade enquanto ainda me organizava, me acostumava.
     
   Após quase um ano morando e estudando em Bauru, acredito estar pronta para conciliar os estudos com os meus projetos pessoais. Vou me programar para deixar os posts prontos com antecedência, assim a correria dos semestres não vai interferir no cronograma das publicações semanais.


O Blog neste ano   


    Os posts do blog voltarão ao normal nesse ano. O dia e o horário das publicações vão mudar. Os posts semanais serão publicados toda sexta-feira às 19h (claro que às vezes eu vou atrasar um pouco, mas vou fazer de tudo para isso não acontecer). Além disso, a ideia principal do blog continuará a mesma: compartilhar as coisas que faço, dar dicas, mostrar um pouco das minhas ideias. Entretanto, como minha vida mudou um pouco, vou dividir com vocês algumas coisas diferentes.

    Quem acompanha o meu Instagram percebeu que meu cabelo está diferente, que assumi as ondas/cachos. Por conta disso, vou fazer questão de compartilhar com vocês algumas dicas, finalizações, cuidados durante a transição capilar, etc. A minha ideia é também compartilhar tudo isso através de vídeos (que são bem mais didáticos do que apenas as imagens).

     Durante este mês também vou alterar um pouco a aparência do blog. Pretendo deixar mais minimalista, criar uma versão mobile e até mesmo migrar a plataforma que utilizo para hospedar o site. As redes sociais do blog (Facebook e Instagram) também passarão por algumas mudanças e estarão mais ativas neste ano. 

     Espero que vocês gostem da nova versão que está surgindo e que não deixem de acompanhar. Lembrem sempre de me contarem (via e-mail, Facebook ou até mesmo pelo Instagram) o que acham das postagens, me indicarem assuntos, e tudo mais.

Culinária: Guacamole


    Olá, pessoal. O post de hoje é de uma receitinha mexicana bem simples e rápida de fazer, ideal para reuniões com amigos ou para matar a vontade mesmo. Embora feita com abacate, quase não se percebe o gosto dele, por conta dos temperos componentes da receita. A guacamole é servida, geralmente, com nachos, mas nesse caso servimos com o salgadinho Doritos mesmo.

    Ingredientes

    1 abacate maduro
    1 pimenta dedo-de-moça
    1 cebola pequena
    1 tomate
    1 limão
    1 pitada de sal
    1 pacote de Doritos



    Modo de preparo

    1: Em uma vasilha, coloque o abacate e amasse-o, até que ele fique com aspecto pastoso

    2: Adicione metade do suco de um limão, ou o quanto achar suficiente para a pasta ficar um pouco amarga

    3: Pique, em pequenos pedaços, menos da metade de uma cebola pequena e adicione-a à pasta

    4: Pique apenas a ponta da pimenta e adicione-a

    5: Corte metade do tomate e adicione-o à guacamole

    6: Acrescente uma pitada de sal e misture bem a guacamole



    Quando for servir a guacamole, coloque o salgadinho ao redor da pasta, como na primeira  foto, deixando o prato bem atrativo. Espero que gostem e degustem essa delícia da culinária mexicana.