Image Map
Que ousadia, guria!

Dica de série: Once Upon a Time

 

    Olá, pessoal. Já tem algum tempo que acompanho a série americana Once Upon a Time e, hoje, resolvi compartilhar um pouco da história. Pra quem é fã dos clássicos contos, a série é excelente para trabalhar a imaginação e quebrar o padrão de todas as histórias.
    A maior parte da trama acontece em uma pequena cidade norte-americana — Storybrook. A cidadezinha abrigada as principais personagens das histórias clássicas, como Branca de Neve, Rainha Má, Chapeuzinho Vermelho, Grilo Falante, todos os anões, etc. Inicialmente, por conta de um feitiço, as personagens não lembram que são da Floresta Encantada e vivem como cidadãos comuns do século XXI. Entretanto, Henry, um garoto de dez anos adotado por Regina — a famosa Rainha Má — desconfia que sua mãe e os demais moradores da cidade são personagens de seu livro de contos. 
    A partir disso, o garoto procura sua mãe biológica, Emma Swan, dizendo que esta é filha do Príncipe Encantado e Branca de Neve e que a sua ida para Storybrook era importante. Ao levar o garoto à cidade, o relógio da igreja que não funcionava há anos, volta a trabalhar e, aos poucos, as personagens vão se lembrando da verdade.


    No decorrer das seis temporadas (apenas 5 estão disponíveis na Netflix), várias outras histórias aparecem na série. Dentre elas, estão as personagens de Frozen, Valente, Mulan, Oz, Camelot, Peter Pan, Mitologia Grega, etc. Além disso, quase todas as personagens tem algum vínculo familiar. Henry, por exemplo, além de ser neto de Branca de Neve e do Príncipe Encantado, também é filho da Rainha Má e neto de Rumpelstiltskin. 


    Por fim, vale a pena acompanhar a série. Embora no meio de algumas temporadas pareça que é óbvio o que irá acontecer, a história sempre muda no final e nos deixa com aquele gostinho de quero mais. A nossa imaginação, como disse anteriormente, é trabalhada ao assistir as histórias comuns e conhecidas em uma outra perspectiva. Espero que gostem!

DIY: Personalização de calendário de mesa


    Olá, pessoal! O post de hoje é sobre a personalização desses calendários de mesa que a gente sempre ganha em lojas no começo do ano. Como gosto muito de coisinhas diferentes na minha mesinha, resolvi personalizá-lo utilizando papel contact estampado. Já faz um tempo que utilizo o calendário assim no meu cantinho, mas hoje resolvi compartilhar o passo a passo —  que é super simples — dessa personalização.

    Materiais

    Papel contact com a estampa de sua preferência
    Calendário de mesa (ou o qual preferir customizar)
    Tesoura
    Lápis ou caneta
    Régua



    Passo a passo

    1: Meça todas as áreas do calendário em que deseja colar o contact. Sempre deixe 1 centímetro a mais do que o tamanho necessário.

    2: Com a caneta, marque na parte de trás do contact a área que será cortada.

    3: Corte o tamanho necessário de contact.


    4: Aos poucos, vá colando o papel contact no calendário. Ajude a mantê-lo liso empurrando aos poucos com a unha.
Dica: Caso o papel fique com bolhas, passe a régua nele até que elas saiam.

    5: Corte as rebarbas até ficar do tamanho certo.


        6: Repita o processo para a parte de trás do calendário, ou onde mais quiser. Eu cobri os dois logos que estavam sobre o calendário.


    A ideia de colar o contact sob o comum calendário de mesa de lojas ajuda a decorar o ambiente. Como fico muito tempo na minha mesinha, gosto de coisas que dão um destaque e deixam-na sempre com um clima alegre. Além do calendário, a caneca do Darth Vader, o porta-lápis de palito e o relógio vermelho dão uma característica mais pessoal ao meu cantinho. Espero que vocês se inspirem e tornem algo tão comum em uma coisa que gostem.


    Quer aprender a fazer o porta-lápis de palito de sorvete? Tem um post no blog com o passo a passo: http://www.queousadiaguria.com/2016/03/diy-potinho-de-palito-de-picole.html. Gostou do post, vai tentar fazer? Me manda o que achou e o resultado na página do blog no Facebook.

Dica: Escova alisadora


    Olá, pessoal! O post de hoje é sobre a escova que sempre me salva quando preciso arrumar meu cabelo rapidinho, a Fast Hair Straightener. Além de ser bem prática, a escova que foi novidade no ano passado, é bem baratinha no Mercado Livre, onde minha mãe comprou.  Pra quem nunca comprou nada no site, a dica que eu dou é observar bem a reputação do vendedor e, também, analisar os comentários de quem já comprou o produto, evitando o arrependimento.


    A temperatura da escova vai de 60 a 230ºC e é uma boa opção pra quem quer arrumar o cabelo rapidamente. Embora ela seja mais larga do que a tradicional chapinha, se você separar mexas muito grandes, o alisamento vai ser mais demorado. Para mostrar a eficiência do produto, fiquei com o cabelo o dia todo preso e utilizei a escova somente no final da tarde. O resultado está nas fotos a seguir.


    Um dos detalhes que mais gosto na escova, é o fato de ser bivolt. Sempre sofria com a chapinha quando ia viajar pra algum lugar em que a voltagem era diferente, mas a escova bivolt facilita bastante nesse caso. Ela é eficiente para cabelos pouco enrolados, algumas pessoas reclamaram pois não obtiveram o resultado que esperavam. Eu, porém, gosto muito do produto e super recomendo.


    Já conhecia o produto? Utilizou um de marca diferente? Vem me contar o que achou!

Culinária: Pavê de limão


    Olá, pessoal! O post de hoje conta com a receita de um dos doces que mais gosto, o pavê de limão. O pavê tradicional já é ótimo, mas o creme com limão deixa-o ainda melhor. Além desse doce ser uma delícia, é super simples e barato de fazer.


    Ingredientes

    1 leite condensado
    1 creme de leite
    2 limões
    Leite
    Bolacha maisena
   Obs.: A quantidade de bolacha varia conforme o tamanho do seu pavê. Nesse caso, utilizei 1 pacote e meio.

    Modo de preparo

    1: Com um ralador, raspe a casca do limão para enfeitar o doce.


    2: Esprema os limões e reserve o suco.

    3: No liquidificador, bata o leite condensado e o creme de leite.

    4: Aos poucos, adicione o suco do limão na mistura e bata por mais um tempo.
    Obs.: Como gosto de sentir bastante o gosto do limão, coloquei o suco dos dois limões, o que deu aproximadamente meio copo americano.

    5: Na tigela escolhida, coloque um pouco do creme.

    6: Em outra vasilha, coloque um pouco de leite para molhar as bolachas. Molhe-as e faça uma camada com elas sob o creme.


    7: Adicione mais uma camada de creme.

    8: Coloque mais uma camada de bolachas umedecidas.

    9: Adicione o restante do creme e, depois, salpique as raspas de limão, decorando o doce.

    10: Deixe gelar por, aproximadamente, 3 horas.